fbpx
Destaque Arroz

Contabilizando prejuízos com seca, arroz gaúcho sobe em janeiro

Porto Alegre, 1 de fevereiro de 2019 – O mercado brasileiro de arroz encerrou o mês de janeiro com alta de 1,7% nos preços. Na média do Rio Grande do Sul, principal referencial nacional, a saca do grão em casca fechou cotada a R$ 40,74.

 

Conforme o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, os agentes seguem aguardando a colheita para contabilizar as perdas ocasionadas pelo excesso de chuva nas lavouras gaúchas. “O que se sabe de antemão é que a temporada 2019/20 será de aperto no abastecimento e que haverá necessidade de se buscar no exterior um montante superior ao que será exportado”, pondera.

 

Além disso, os representantes dos produtores seguem buscando alternativas para amenizar o impacto da quebra de safra. A Federarroz pede que os bancos efetivem prorrogações de todo e quaisquer vencimentos previstos para os próximos meses, sob pena de inviabilizar a manutenção da atividade agrícola dos orizicultores do Estado.

 

“Ao que tudo indica, com a proximidade de colheita da safra nova, os compradores seguirão pouco ativos no mercado, comprando apenas para atender necessidades imediatas”, prevê Bento. “Com uma safra menor e com reduzido volume de estoques, no entanto, a tendência é que a pressão de baixa no momento da colheita seja menor que a ocorrida no ano passado”, completa.

 

Rodrigo Ramos ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

 

Sobre o autor

Rodrigo de Moraes Vargas Ramos

Deixe um Comentário