fbpx
Destaque Café Mercado

Dólar compensa queda em NY e café tem preços estáveis no Brasil

Porto Alegre, 06 de março de 2019 – O mercado brasileiro de café teve uma Quarta-Feira de Cinzas de muita lentidão. O movimento fraco não surpreendeu, com produtores e compradores em sua grande maioria ainda de fora das atividades, com registro apenas de negócios esporádicos e envolvendo volumes pouco significativos.

 

Quanto aos preços, a pressão negativa de Nova York foi absorvida pela valorização do dólar, o que equilibrou as forças e deixou as bases nos mesmos patamares da última sexta-feira.

 

Assim, no sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação ficou em R$ 400,00/405,00 saca.

 

No cerrado mineiro, o preço da bebida boa com 15% de catação esteve em R$ 405,00/410,00 a saca.

 

O café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais (20% de catação) teve preço de R$ 345,00/350,00 a saca.

 

Já o conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 300,00/305,00 a saca, novamente inalterado, com o detalhe de estar nesse mesmo valor já há cerca de um mês.

 

Nova York

 

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações da quarta-feira com preços acentuadamente mais baixos.

O mercado voltou a cair depois dos expressivos ganhos registrados na sessão de ontem, quando chegou a superar a marca de 100 centavos de dólar por libra-peso, pressionado mais uma vez pelo sentimento de um abastecimento tranquilo em termos mundiais depois de um ano de 2018 marcado por boas safras em importantes origens, particularmente no Brasil.

 

O real enfraquecido na relação com o dólar completou o tom negativo para os futuros do café arábica, na medida em que estimula as exportações do Brasil, maior produtor global do grão.

 

Os contratos com entrega em maio/2019 fecharam o dia a 98,70 centavos de dólar por libra-peso, com desvalorização de 0,95 centavo, ou de -0,95%. Julho fechou a 101,30 cents, com queda de 1,00 centavo, ou de -0,97%.

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

Câmbio

 

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 1,42%, negociado a R$ 3,8340 para a compra e a R$ 3,8360 para a venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a máxima de R$ 3,8460 e a mínima de R$ 3,7820.

Fábio Rübenich ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

Sobre o autor

Fabio Rubenich

Deixe um Comentário