fbpx
Monitor

Mercado de milho deve abrir semana com movimentação lenta nos negócios

Porto Alegre, 15 de abril de 2019 – O mercado brasileiro de milho deve abrir a semana com uma movimentação lenta nos negócios. A situação mais tranquila para o desenvolvimento da safrinha mantém os consumidores mais distantes dos negócios, inibindo um movimento de alta nas cotações. No cenário internacional, Chicago chegou ao intervalo com ganhos, diante das preocupações com o clima nos Estados Unidos.

 

CHICAGO

 

* Os contratos com entrega em maio operavam a US$ 3,63 1/4 por bushel, alta de 2,25 centavos em relação ao fechamento anterior, ou 0,62%.

 

* O mercado busca suporte nas preocupações com o clima adverso nos Estados Unidos, com umidade e chuvas em parte do cinturão produtor prejudicando o plantio do cereal.

 

* Na sexta-feira (12), os contratos de milho com entrega em maio de 2019 fecharam a US$ 3,61, alta de 1,00 centavo de dólar, ou 0,27%, em relação ao fechamento anterior.

 

CÂMBIO

 

* O dólar comercial opera com perda de 0,48% neste momento a US$ 3,8710.

 

INDICADORES FINANCEIROS

 

* As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai,-0,34% e Tóquio, +1,37%.

 

* As principais bolsas na Europa operam em alta. Paris, +0,10%; Frankfurt, +0,20%; Londres, estável.

 

* O petróleo opera em baixa. Maio do WTI em NY: US$ 63,54 o barril (-0,54%).

 

* O Dollar Index registra desvalorização de 0,08%, a 96,84 pontos.

 

MERCADO

 

* O mercado brasileiro de milho não alterou seu cenário nesta sexta-feira. O mercado manteve preços pouco alterados e ritmo lento na comercialização. Segue o quadro de oferta mais tranquila, com compradores numa situação mais confortável. Além disso, não há maiores preocupações agora com a safrinha, o que traz ainda maior “segurança” para os consumidores, pressionando as cotações.

 

* No Porto de Paranaguá, o preço ficou em R$ 34,50/37,00 a saca. Em Santos, o preço girou em torno de R$ 34,50/37,00 a saca.

 

* No Paraná, a cotação ficou em R$ 31,00/31,50 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 37,50/38,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 39,00/39,50 a saca.

 

* No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 36,00/37,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 34,00/35,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 31,70/32,50 a saca em Rio Verde, no disponível. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 29,00/30,00 a saca em Rondonópolis, para o disponível.

 

AGENDA

 

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

 

– Esmagamento de soja dos Estados Unidos em março – NOPA, 12hs.

 

– Balança comercial das duas primeiras semanas de abril – MDIC, 15hs.

 

– Estoques de café dos Estados Unidos em março – GCA, 16hs.

 

– Condições das lavouras nos Estados Unidos – USDA, 17hs.

 

 

—–Terça-feira (16/04)

 

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre o índice de preços ao produtor referentes a fevereiro.

 

– Dados semanais sobre a safra de grãos e café do Paraná (Deral), na parte da manhã.

 

– EUA: os dados sobre a produção industrial em março serão publicados às 10h15 pelo Federal Reserve.

 

 

—–Quarta-feira (17/04)

 

– China: A produção industrial de março será publicada durante a madrugada pelo departamento de estatísticas.

 

– China: O Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre será durante a noite pelo departamento de estatísticas.

 

– Eurozona: A balança comercial de fevereiro será publicada às 6h pela Eurostat.

 

– EUA: o resultado da balança comercial de fevereiro será publicado às 9h30 pelo Departamento do Comércio.

 

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

 

– EUA: o Livro Bege, relatório com uma avaliação da situação econômica, será publicado às 15h pelo Federal Reserve.

 

 

—–Quinta-feira (18/04)

 

– China: A bolsa de Hong Kong permanece fechada em função de um feriado.

 

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

 

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

 

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

 

– Avanço da colheita de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

 

 

—–Sexta-feira (19/04)

 

– Feriado de Sexta-Feira Santa.

 

 

Arno Baasch ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

Sobre o autor

Arno Baasch

Deixe um Comentário