fbpx
Monitor

Mercado de milho deve ter dia lento na comercialização

Porto Alegre, 8 de abril de 2019 – O mercado brasileiro de milho deve começar a semana com um ritmo calmo nos negócios, com consumidores ainda bem posicionados nos estoques. No cenário internacional, Chicago chegou ao intervalo tentando uma reação frente às perdas registradas na sessão anterior.

 

CHICAGO

 

* Os contratos com entrega em maio operavam a US$ 3,62 3/4 por bushel, alta de 0,25 centavo em relação ao fechamento anterior, ou 0,06%.

 

* O mercado segue atento ao clima adverso nos Estados Unidos, com chuvas prejudicando as atividades de plantio. Os investidores também se posicionam frente ao relatório de oferta e demanda de abril do Departamento de Agricultura do País, que será divulgado amanhã.

 

* A previsão de analistas e traders consultados por agências internacionais é de que os estoques de passagem da safra 2018/19 dos Estados Unidos sejam apontados em 2,013 bilhões de bushels, acima dos 1,835 bilhão de bushels estimados no relatório de março.

 

* A expectativa é de que os estoques globais 2018/19 sejam indicados em 312,4 milhões de toneladas, acima das 308,5 milhões de toneladas apontadas em março.

 

* O USDA deverá indicar a previsão de safra do Brasil para 2018/19 em 94,7 milhões de toneladas, acima das 94,5 milhões de toneladas indicadas no mês passado. A safra argentina 2018/19 deve ser indicada em 46,8 milhões de toneladas, acima das 46 milhões de toneladas apontadas em março.

 

* A expectativa de notícias quanto ao acordo comercial entre Estados Unidos e China também está no foco de atenção do mercado.

 

* Na sexta-feira (5), os contratos de milho com entrega em maio de 2019 fecharam a US$ 3,62 1/2, baixa de 2,75 centavos de dólar, ou 0,75%, em relação ao fechamento anterior.

 

CÂMBIO

 

* O dólar comercial opera com ganho de 0,02% neste momento a US$ 3,8740.

 

INDICADORES FINANCEIROS

 

* As principais bolsas da Ásia fecharam em queda. Xangai, -0,05% e Tóquio, -0,21%.

 

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, +0,06%; Frankfurt, -0,23%; Londres, +0,12%.

 

* O petróleo opera em alta. Maio do WTI em NY: US$ 63,18 o barril (+0,15%).

 

* O Dollar Index registra desvalorização de 0,28%, a 97,10 pontos

 

MERCADO

 

* O mercado brasileiro de milho teve uma sexta-feira muito fraca na comercialização, sem novidades. Também não houve maiores alterações nos preços, que ficaram estáveis nas principais praças de negócios do Brasil.

 

* No Porto de Paranaguá, o preço ficou em R$ 35,50/37,50 a saca. Em Santos, o preço girou em torno de R$ 35,00/37,50 a saca.

 

* No Paraná, a cotação ficou em R$ 32,00/33,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 37,50/38,50 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 39,00/40,00 a saca.

 

* No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 36,50/37,50 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 34,00/35,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 31,70/33,00 a saca em Rio Verde, no disponível. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 29,00/30,00 a saca em Rondonópolis, para o disponível.

 

AGENDA

 

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

 

– Balança comercial da 1 semana de abril – MDIC, 15hs.

 

– Condições das lavouras nos Estados Unidos – USDA, 17hs.

 

 

—–Terça-feira (9/04)

 

– Dados semanais sobre a safra de grãos e café do Paraná (Deral), na parte da manhã.

 

– Relatório de abril de oferta e demanda mundial e dos EUA – USDA, 13hs.

 

 

—–Quarta-feira (10/04)

 

– Eurozona: A decisão de política monetária será publicada às 8h45 pelo Banco Central Europeu (BCE).

 

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) referentes a março.

 

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referentes a março.

 

– EUA: o índice de preços ao consumidor de março será publicado às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

 

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

 

– EUA: a ata da última reunião de política monetária será publicada às 15h pelo Federal Reserve.

 

 

—–Quinta-feira (11/04)

 

– China: O índice de preços ao consumidor de março será publicado durante a noite pelo departamento de estatísticas.

 

– China: O índice de preços ao produtor de março será publicado durante à noite pelo departamento de estatísticas.

 

– Atualização da safra brasileira de grãos em 2018/19 – Conab, 9hs.

 

– Levantamento Sistemático de Produção Agrícola de março – IBGE, 9hs.

 

– EUA: o índice de preços ao produtor de março será publicado às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

 

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

 

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

 

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

 

 

—–Sexta-feira (12/04)

 

– China: A balança comercial de março será publicada na madrugada pela alfândega.

 

– Dados sobre a evolução das lavouras do Mato Grosso – Imea, na parte da tarde.

 

– Avanço da colheita de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

 

 

Arno Baasch ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

 

Sobre o autor

Arno Baasch

Deixe um Comentário