fbpx
Monitor

Mercado de soja deve ter dia calmo, com agentes retraídos

Porto Alegre, 7 de dezembro de 2018 – O mercado brasileiro de soja deve encerrar a semana com poucos negócios e com dificuldade na fixação de uma tendência para os preços. Compradores e vendedores seguem retraídos e avaliando os efeitos da trégua comercial entre China e Estados Unidos. Chicago tem leve alta. O dólar comercial apresenta valorização, mas os prêmios de exportação seguem caindo.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em janeiro operam com alta de 0,08%, cotados a US$ 9,10 1/4.

* O mercado busca uma correção frente às perdas da quinta-feira. No acumulado da semana, os ganhos ficam em torno de 2%, reflexo da trégua de 90 dias acertada entre os governos da China e dos Estados Unidos.

* Porém, incertezas de que o tempo de trégua será suficiente para encerrar a guerra comercial entre os dois países – ainda mais após a prisão de uma executiva chinesa – e a previsão de safra cheia na América do Sul limitam o ímpeto comprador.

PREMIOS

* Os prêmios de exportação para dezembro em Paranaguá seguiram em 65 a 90 pontos acima de Chicago. Para fevereiro, o prêmio permaneceu em 53 pontos a 65 pontos.

CÂMBIO

* O dólar comercial opera a US$ 3,902, com alta de 0,67%.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam em alta. Xangai, +0,03%. Tóquio, +0,82%.

* As bolsas na Europa operam em alta. Paris, +1,52%; Frankfurt, +0,78%; Londres, +1,57%.

* O petróleo opera em alta. Janeiro do WTI em NY: US$ 51,64 barril (+0,27%).

* O Dollar Index registra alta de 0,08% a 96,85 pontos.

MERCADO INTERNO

* O mercado brasileiro de soja teve mais um dia de poucos negócios e de preços mistos. Registro de operações de pequenos volumes em Goiás e Minas Gerais, envolvendo cerca de 5 mil toneladas em cada estado. O mercado está sem demanda nesse momento, com Chicago caindo e os prêmios fracos na exportação.

* Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 80,00 para R$ 81,00. Na região das Missões, a cotação seguiu em R$ 80,00 a saca. No porto de Rio Grande, os preços subiram de R$ 82,50 para R$ 83,00.

* Em Cascavel, no Paraná, o preço caiu de R$ 78,00 para R$ 74,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca baixou de R$ 81,50 para R$ 80,50.

* Em Rondonópolis (MT), a saca baixou de R$ 70,50 para R$ 70,00. Em Dourados (MS), a cotação seguiu em R$ 75,00. Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 74,00.

AGENDA

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 11h30min.

– EUA: O resultado da balança comercial de outubro será publicado às 11h30 pelo Departamento do Comércio.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a novembro serão publicados às 11h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Dados sobre a evolução das lavouras do Mato Grosso – Imea, na parte da tarde.

– Evolução do plantio da soja no Brasil – SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2018 – Grupo CMA

Sobre o autor

Arno Baasch

Deixe um Comentário