fbpx
Mercado

Milho abre semana com preços de estáveis a mais altos no Brasil

 

Porto Alegre, 7 de janeiro de 2019 – O mercado brasileiro de milho abriu a semana com preços de estáveis a mais altos. Atenções voltadas para o começo da colheita no Rio Grande do Sul, onde o mercado segue sustentado e sem pressão ainda de oferta, com o milho ainda não estando pronto para a comercialização. Em algumas áreas, há preocupações com o clima com vistas já para a safrinha de 2019.

 

No porto de Santos, a cotação ficou em R$ 38,00 a saca na base de compra. Em Paranaguá, R$ 37,00 a saca na base de compra

 

No Paraná, a cotação ficou em R$ 34,50/36,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço esteve em R$ 38,00/40,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 41,00/42,00 a saca.

 

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 37,50/38,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 35,00/36,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 30,00/31,00 em Rio Verde. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 26,00/27,00 a saca em Rondonópolis, na base do vendedor.

 

Chicago

 

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou com preços predominantemente mais baixos. O mercado refletiu a fraca demanda para o cereal norte-americano, conforme apontou o relatório das inspeções de exportação divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. O otimismo em relação às conversas entre Estados Unidos e China limitou as perdas.

 

As inspeções de exportação norte-americana de milho chegaram a 501.541 toneladas na semana encerrada no dia 3 de janeiro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

 

Na semana anterior, haviam atingido 952.881 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado foi de 850.768 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de setembro, as inspeções somam 18.455.159 toneladas, contra 11.439.129 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.

 

Os contratos de milho com entrega em março de 2019 fecharam a US$ 3,82 1/4, recuo de 0,75 centavo de dólar, ou 0,19%, em relação ao fechamento anterior. A posição maio de 2019 fechou a US$ 3,90 1/4 por bushel, queda de 0,75 centavo de dólar, ou 0,19%.

 

Câmbio

 

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje em alta de 0,48%, sendo negociado a R$ 3,7340 para venda e a R$ 3,7320 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,6910 e a máxima de R$ 3,7360.

 

Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

 

 

Sobre o autor

Lessandro Rocha Carvalho

Deixe um Comentário