fbpx
Destaque Bioenergia

PETRÓLEO: Opep adia decisão sobre corte de oferta e futuros fecham em queda

Porto Alegre, 06 de dezembro de 2018 – A Arábia Saudita lançou novas dúvidas sobre a capacidade da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e de seus aliados de fechar um acordo de corte de produção que ajude sustentar as cotações, fazendo com que os preços dos contratos futuros de petróleo terminassem o dia em forte baixa.

 

Durante a tarde, o ministro saudita da Energia, Khalid al-Falih, disse que o grupo não chegou a um acordo sobre o tamanho da redução proposta e sinalizou não estar mais confiante de que isso ocorra amanhã. Segundo Falih, a Opep debate um corte de 1 milhão de barris por dia (bpd) – o piso do intervalo que vai até 1,4 milhão de bpd esperado pelos analistas.

 

A Opep concordou hoje em diminuir a produção, mas adiou a decisão para amanhã. O Irã, atualmente sob sanções dos Estados Unidos, se opôs à restrição da produção de petróleo, disseram delegados ouvidos pela Dow Jones. Junto com Líbia, Venezuela e Nigéria, Teerã busca isenções dos cortes.

 

“Antes mesmo do início formal do encontro, o tamanho dos cortes na produção já estava dividindo os produtores”, disse o analista sênior do Danske Bank, Kristoffer Lomholt.

 

Após recuar mais de 4%, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex e com entrega para janeiro fechou com baixa de 2,65%, cotado a US$ 51,49 o barril. O preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE com vencimento em fevereiro recuou 2,44%, a US$ 60,06 o barril.

 

As informações partem da Agência CMA.

 

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2018 – Grupo CMA

 

 

 

 

 

 

Sobre o autor

Fabio Rubenich

Deixe um Comentário