fbpx
Destaque Açúcar Mercado

Preços do açúcar caem em Ribeirão Preto com proximidade da safra

Porto Alegre, 14 de março de 2019 – Os preços domésticos do açúcar caíram nesta quinta-feira. Em Ribeirão Preto e em Santos (SP), a saca de 50 quilos de açúcar cristal com até 150 Icumsa recuou 1,47%, para R$ 67,00 (15,79 centavos de dólar por libra-peso).

 

A proximidade do início da safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul dá a ideia de que em breve a oferta de açúcar irá aumentar, pressionando os preços.

 

A produção de açúcar do Centro-Sul está estimada pela consultoria SAFRAS & Mercado em 28 milhões de toneladas, 5,66% acima de 2018/19 (26,5 milhões de toneladas). O Brasil no total deve produzir 30,3 milhões de toneladas da commodity, uma alta de 6,32%.

O etanol hidratado foi hoje 27,66% mais vantajoso que o açúcar bruto negociado em Nova York, equivalendo a 13,72 centavos de dólar por libra-peso (PVU), e 6,07% mais vantajoso que o açúcar cristal de Ribeirão Preto, equivalendo a R$ 71,07 por saca (16,75 centavos de dólar).

 

Nova York

 

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico desta quinta-feira com preços modestamente mais altos, mas subindo pelo quinto dia consecutivo

 

O mercado vem sendo puxado pela valorização do petróleo, fator que deixa a gasolina mais cara e o etanol mais atrativo para as usinas do Brasil, potencialmente diminuindo a oferta de açúcar.

 

No entanto, a valorização do dólar frente ao real limita os ganhos, na medida em que estimula as exportações do Brasil.

 

Os contratos com entrega em maio/2019 encerraram o dia a 12,41 centavos de dólar por libra-peso, alta de 0,05 centavo (+0,40%) em relação ao fechamento anterior. A mínima do dia foi 12,28 cents/lb, e a máxima 12,69 centavos.

 

 

 

Câmbio

 

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,91%, negociado a R$ 3,8470 para a compra e a R$ 3,8490 para a venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a máxima de R$ 3,8540 e a mínima de R$ 3,8180.

 

 

Fábio Rübenich ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

Sobre o autor

Fabio Rubenich

Deixe um Comentário