fbpx
Mercado Notícias Café

Preços do café reagem no Brasil com ganhos em NY

 

Porto Alegre, 4 de fevereiro de 2019 – O mercado brasileiro de café teve uma segunda-feira de preços mais altos para os grãos de melhor qualidade, especialmente. Houve boa presença de compradores, mas muitos vendedores mostram estar capitalizados e acabam dosando a oferta. Algumas cooperativas pedem acima da base de compra e travam os negócios. Mas, mesmo assim, saíram alguns lotes de cafés melhores.

 

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação ficou em R$ 410,00/415,00 a saca, contra R$ 405,00/410,00 do dia anterior.

 

No cerrado mineiro, o preço da bebida boa com 15% de catação esteve em R$ 415,00/420,00 a saca, contra R$ 410,00/415,00 de sexta-feira.

 

O café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais (20% de catação) teve preço de R$ 350,00/355,00 a saca, estável.

 

Já o conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 300,00/305,00 a saca, sem mudanças.

 

Nova York

 

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações da segunda-feira com preços acentuadamente mais altos.

 

A sessão voltou a ser dominada por aspectos técnicos. Na sexta-feira, NY teve perdas de mais de 2% e agora encontrou sustentação técnica no começo da semana para uma boa recuperação. Não houve novidades mais uma vez no cenário fundamental, que segue trazendo indicações de uma oferta tranquila para o abastecimento global.

 

Os contratos com entrega em março/2019 fecharam o dia a 105,60 centavos de dólar por libra-peso, com valorização de 1,90 centavo, ou de 1,8%. Maio fechou a 108,65 cents, alta de 1,85 centavo, ou de 1,7%.

 

Câmbio

 

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com alta de 0,27%, sendo negociado a R$ 3,6730 para venda e a R$ 3,6710 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,6610 e a máxima de R$ 3,6890.

 

Lessandro Carvalho ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2018 – Grupo CMA

 

Sobre o autor

Lessandro Rocha Carvalho

Deixe um Comentário