fbpx
Destaque Notícias Arroz

Queda na produção brasileira deve estimular preços do arroz em 2019

Porto Alegre, 8 de janeiro de 2019 – Para o ano de 2019 é esperada uma redução significativa na produção brasileira de arroz, fator que é positivo aos preços. “Ainda mais com a expectativa de redução da safra total dos países pertencentes ao Mercosul”, comenta o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana.

O terceiro levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra brasileira 2018/19 de arroz indica produção de 11,269 milhões de toneladas, o que representa um decréscimo de 6,6% sobre as 12,064 milhões de toneladas de 2017/18. A área plantada com arroz na temporada 2018/19 foi estimada em 1,836 milhão de hectares, ante 1,972 milhão semeados na safra 2017/18.

“Esta redução na produção deixa a oferta menor, incentivando os compradores a pagarem preços mais elevados para garantir os produtos em suas indústrias e varejo”, comenta o analista.

Porém, quando o mercado se volta à exportação, a valorização do real frente ao dólar pode causar um efeito contrário aos preços. “Pois barateia a importação e torna as exportações menos atrativas”, pondera Viana.

Como muitos produtores, antes mesmo da colheita da safra, já estão com seu arroz atrelado a alguma negociação com indústrias ou cooperativas, o poder de escolha dos mesmos para determinar o preço de venda é dificultado. “Aqueles produtores que contam com o poder de tomada de decisão para a venda de sua safra, devem ficar de olho nas questões nacionais e internacionais que trazem mudanças ao câmbio e para a demanda pelo arroz, buscando melhores momentos de negociação”, frisa o analista.

Rodrigo Ramos ([email protected]) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA

Sobre o autor

Dylan Pasqua

Deixe um Comentário