fbpx
Destaque Soja

SOJA: Clima ameno favorece incidência da ferrugem em 2018/19 Embrapa

Porto Alegre, 6 de dezembro de 2018 – As renovadas preocupações com a ferrugem asiática na temporada 2018/19 têm uma explicação: as condições climáticas. O alerta foi feito pelo pesquisador da Embrapa, Edson Hiroshi.

Ele lembra que este ano, com o plantio da soja finalizado, o excesso de chuvas e as temperaturas mais amenas compuseram um quadro mais favorável para a incidência da doença. “O clima está ameno, propício para o fungo. Além disso, as chuvas vieram mais cedo, dificultando a entrada das máquinas e a aplicação de fungicidas”, explica.

Segundo o pesquisador, é importante que o produtor visite as lavouras e cheque as ocorrências. “O produtor não deve ficar atento somente ao período de safra, mas na entressafra é necessário que se elimine a soja tiguera reduzindo o inócuo para a safra a seguir”, conclui.

A ferrugem-asiática da soja chegou mais cedo nas lavouras comerciais na safra 2018/2019, acompanhando a implantação antecipada das lavouras, logo após o término dos períodos de vazio sanitário. Até agora há 55 relatos de ferrugem em seis estados – Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

“A semeadura cedo, associada às plantas de soja voluntárias (guaxas) com ferrugem que sobraram do vazio sanitário e as condições favoráveis, com chuvas bem distribuídas, fez com que as primeiras ocorrências fossem antecipadas em até um mês em relação à safra 2017/2018”, explica a pesquisadora Claudia Godoy, da Embrapa Soja.

Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2018 – Grupo CMA

Sobre o autor

Dylan Pasqua

Deixe um Comentário