Com maior oferta, mercado de milho mantém viés de baixa no preço

282

     Porto Alegre, 1 de dezembro de 2020 –O mercado brasileiro de milho deve manter um viés de queda nos preços, em meio ao aumento da disponibilidade de oferta por parte dos produtores. No cenário internacional a Bolsa de Chicago se recupera das perdas de ontem e opera em alta.

     Ontem (30), o mercado brasileiro de milho teve preços fracos, de estáveis a moderadamente mais baixos. Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, o mercado esteve um pouco mais acomodado, com melhora na oferta e com consumidores tentando uma baixa nos valores ofertados.

     No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 75,00/79,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), preço em R$ 72,00/79,00 a saca.

     No Paraná, a cotação ficou em R$ 75,00/78,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 75,00/77,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 78,00/79,00 a saca.

      No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 86,00/88,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 71,00/72,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 71,00 – R$ 72,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 65,00/68,00 a saca em Rondonópolis.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em março operam a US$ 4,28 1/2 por bushel, com alta de 2,50 centavos de dólar, ou 0,58%, na comparação com o fechamento anterior

* O mercado esboça uma recuperação técnica, após as fortes perdas de ontem.

* O desempenho de outros mercados dá sustentação à correção. As bolsas de valores sobem na Europa e na Ásia e o dólar recua frente a outras moedas.

* Na sexta-feira (30), os contratos de milho com entrega em março/21 fecharam a US$ 4,26, baixa de 7,75 centavos de dólar, ou 1,78%, em relação ao fechamento anterior.

CÂMBIO

*O dólar comercial registra desvalorização de 0,57% a R$ 5,3170.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram em alta. Xangai, +1,77%. Tóquio, +1,34%.

* As principais bolsas na Europa operam firmes. Paris, +1,16%; Frankfurt, +1,05%; Londres, +2,01%.

* O petróleo opera com perdas. Janeiro do WTI em NY: US$ 45,23 o barril (-0,24%).

* O Dollar Index registra baixa de 0,08%, a 91,79 pontos.

AGENDA

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– Balança comercial de novembro – Ministério da Economia, 15hs.

—–Quarta-feira (2/12)

– Eurozona:  O índice de preços ao produtor de outubro será publicado às 7h pela Eurostat.

– Eurozona:  A taxa de desemprego de outubro será publicada às 7h pela Eurostat.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Industrial referentes a outubro.

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– EUA: O Livro Bege, relatório com uma avaliação da situação econômica, será publicado às 16h pelo Federal Reserve.

—–Quinta-feira (3/12)

– Projeção para a safra mundial de grãos – AMIS/FAO, na parte da manhã.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre as contas nacionais e o PIB referentes ao terceiro trimestre de 2020.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (4/12)

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Venda, produção e exportações de máquinas agrícolas – Anfavea, a partir das 10hs.

– EUA: O resultado da balança comercial de outubro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Comércio.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a novembro serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Levantamento sobre a evolução do plantio de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA