OIC reduz estimativa da produção mundial de café 2019/20

535

    Porto Alegre, 04 de dezembro de 2020 – Entre os destaques no noticiário do mercado internacional do café nesta semana, e que mexeram com os preços, esteve, sem dúvida, a revisão para baixo na estimativa para a produção global de café em 2019/20 da Organização Internacional do Café (OIC). Segundo a entidade, a produção global no ano-safra 2019/20 (outubro-setembro) totalizou 168,553 milhões de sacas de 60 quilos, queda de 1,6% na comparação com 2018/19 (171,378 milhões de sacas). Em novembro, a OIC havia estimado a produção mundial de café em 168,836 milhões de sacas.

     A produção mundial de café arábica atingiu 95,732 milhões de sacas em 2019/20 (-5,1%). Por outro lado, a safra de robusta aumentou 3,2%, totalizando 72,782 milhões de sacas.

     Já o consumo global de café em 2019/20, segundo OIC, atingiu 167,592 milhões de sacas, com queda anual de 0,9% (169,113 milhões de sacas em 2018/19). Com isso, o mercado global de café teve superávit entre a oferta e a demanda na ordem de 961 mil sacas em 2019/20, após um excedente de 2,265 milhões de sacas observado em 2018/19. No mês anterior, a OIC estimava um superávit de 1,5 milhão de sacas em 2019/20.

     Conforme a OIC, a queda na produção global de café 2019/20 foi determinada principalmente pela menor safra no Brasil colhida em 2019, em ano de ciclo baixo na produção de café arábica.

Brasil

     As exportações brasileiras de café em grão em novembro chegaram a 4.597.345 sacas de 60 quilos no acumulado fechado do mês, com 20 dias úteis computados (média diária de 229.867 sacas), com receita chegando a US$ 577,675 milhões (média diária de US$ 28,884 milhões), e preço médio de US$ 125,65 por saca.

     A receita média diária obtida com as exportações de café em grão em novembro foi 41,90% maior no comparativo com a média diária de novembro de 2019, que fora de US$ 20,355 milhões. Já o volume médio diário embarcado foi 39,5% maior que o de novembro de 2019, que tinha o registro de 164.778 sacas diárias de média. As informações partem da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA