Deere & Company espera maiores vendas de maquinário em 2021

239

Porto Alegre, 22 de fevereiro de 2021 – A Deere & Company, maior fabricante de maquinário agrícola do mundo, espera crescimento de suas vendas globais no ano fiscal 2021. O movimento acompanharia as melhores condições nos setores agrícola e de construção.

A empresa, com sede nos Estados Unidos, aumentou sua previsão para o lucro líquido anual para o ano fiscal 2021, que começou em novembro de 2020, da faixa de US$ 2,6 e US$ 4 bilhões para entre US$ 4,6 e US$ 5 bilhões. As vendas de maquinário agrícola de grande porte nos Estados Unidos e no Canadá tem alta projetada entre 15 e 20% em 2021, enquanto equipamentos menores devem crescer 5%.

Preços de commodities agrícolas nos EUA – principalmente soja, milho e trigo – cresceram significativamente no ano passado, devido à demanda sem precedentes por parte da China, à menor produção e aos menores estoques finais norte-americanos.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) esperam área recorde para a soja e o milho em 2021/22, graças aos preços mais altos.

Segundo a Deere, as vendas anuais da indústria na União Europeia também devem crescer 5%, enquanto na América do Sul, a alta deve ser de 10%. Na Ásia, as vendas devem ter leve queda.

Para o primeiro trimestre, encerrado em 31 de janeiro de 2021, a Deere & Co. Reportou lucro líquido de US$ 1,224 bilhão, contra US$ 517 milhões no trimestre encerrado em 2 de fevereiro de 2020. A empresa quebrou as expectativas de rendimentos, de acordo com reportagens, com o lucro líquido do primeiro trimestre mais do que dobrando com ganho de 23% nas vendas líquidas.

Para o ano fiscal de 2020, o lucro líquido atribuível à empresa foi de US$ 2,751 bilhões, em comparação com US $ 3,253 bilhões em 2019.

As informações são da Platts.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA