Ações da Ásia fecham em queda; Tóquio e Xangai caem mais de 2%

130
Economia agricola
Economia agricola

     Porto Alegre, 4 de março de 2021 – Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam em queda, com baixa de mais de 2% em Tóquio e em Xangai, puxadas pelo setor de tecnologia, em meio a renovadas preocupações com avanços nos juros de dívida pública. 

     “Os mercados acionários asiáticos sofreram pesadas perdas após as quedas de ontem em Wall Street, com os juros projetados por títulos retomando sua alta”, de acordo com o analista do FXTM, Hussein Sayed. A Bolsa do Japão caiu mais de 2%, assim como a Bolsa de Xangai, com perdas no setor de tecnologia.

     Ele ressaltou que, com as expectativas de inflação dos Estados Unidos para os próximos cinco anos atingindo um máximo de 13 anos e os custos dos empréstimos de longo prazo em alta, os bancos centrais enfrentam desafios difíceis para confortar os investidores, com condições financeiras mais restritivas.

     “Todos os olhos estarão voltados para o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, hoje, para quaisquer sinais de possíveis mudanças na política monetária, como o controle da curva de juros”, disse Sayed. Powell participa hoje de uma conversa sobre economia dos Estados Unidos promovida pelo “The Wall Street Journal”

     Além disso, os investidores seguem preocupados com o aperto de políticas na China, ao mesmo tempo em que esperam o início amanhã do Congresso nacional do Povo, a sessão parlamentar que traçará um curso para a recuperação econômica, em um plano de cinco anos.

     Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): -2,13%, 28.930,11 pontos                    

     Hang Seng (Hong Kong): -0,47%, 29.236,79 pontos

     Xangai Composto (Xangai): -2,05%, 3.503,49 pontos

     Kospi (Seul): -1,28%, 3.043,49 pontos

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA